A importância biológica de um sono de qualidade

*Texto escrito para a coluna que realizo no blog Amor e Maternidade. Não deixem de conferir os conteúdos incríveis do blog da Mayara Figueredo!


Existem tantas coisas a serem ditas quando o assunto é o sono infantil! Hoje vou falar um pouquinho a respeito de sua importância biológica, pois entender isso é o primeiro passo para que vocês compreendam como as horas de sono irão influenciar no desenvolvimento de seus filhos.


Todo ser humano precisa dormir. O ideal, para um adulto, é dormir no mínimo 8 horas por dia. Ter insônia é péssimo! Essas são afirmações que já estão internalizadas dentro de todos nós. O ato de dormir é uma ação tão natural, independente da faixa etária, que muitas vezes acabamos deixando de refletir a respeito de sua importância. Quando o bebê nasce, nós já esperamos que ele durma bastante, pois este é um senso comum que temos a respeito dos pequenos, mas não sabemos nem o porquê de isso ocorrer! Acontece que, para o bebê, tudo é novidade! Cada dia é cheio de aprendizados, pois seu corpo e mente estão em constante desenvolvimento, e isso é extremamente interessante e envolvente, mas muito cansativo para os pequenos, pois irá exigir um grande gasto de energia e empenho cerebral.



A importância biológica de um sono de qualidade


A importância biológica do sono se dá pelo fato dele ser responsável por prover ao bebê o tempo que ele precisa “desligado do mundo exterior” para que consiga consolidar o aprendizado do dia. Assim, poderá consolidar memórias e armazenar os novos conhecimentos. Dormir acaba sendo um alívio para o bebê, que acaba encontrando um tempo precioso para se organizar. Nós, adultos, temos a ideia de que, se estivermos com o sono em atraso por vários dias, poderemos tirar um dia no final de semana, dormir por várias horas e pronto, problema resolvido!


Mas já adianto que não é bem assim.


A privação ou uma baixa qualidade no sono é capaz de prejudicar três das atividades mais importantes de um cérebro em desenvolvimento, que seriam a função motora, função cognitiva e o estado de ânimo e humor, e não vai ser um dia que irá compensar o atraso de uma semana, por exemplo! Por isso, é importante dormirmos de maneira regular.


Além de ajudar nessa organização de sua “caixinha de memória”, o sono também providencia um período de descanso no qual o corpo poderá realizar reparos físicos e regenerações necessárias sem distração. Atividades metabólicas e hormônios essenciais para o crescimento também são liberados durante as horas de sono.


Muitas coisas, certo?


Bom, a grande questão que acaba pegando muitas mamães desprevenidas é que, diferente do que se imagina, o bebê não nasce sabendo dormir! É claro que o ato de dormir é instintivo e, inevitavelmente, seu bebê acabará pegando no sono em algum momento. No entanto, dormir de maneira produtiva e saudável é algo que os bebês aprendem conforme vão se desenvolvendo e esse aprendizado precisa ser estimulado.


É neste ponto que mamães e papais entram! Existem muitos adultos que crescem sem adquirir um sono de qualidade, e acabam considerando isso um padrão normal, mas este é um pensamento errado. Existem técnicas e métodos que podem auxiliar para que o bebê tenha um sono de qualidade. Mas, para que haja uma participação consistente e ativa dos pais nesse aprendizado, é preciso que eles conheçam certos aspectos do assunto. É isso que vocês devem ter em mente!

75 visualizações

Devir Consultório de Psicologia

Rua Apucarana, 703 - Tatuapé - São Paulo

Telefone: (11) 3462-3227 

WhatsApp: (11) 94723-3143 (Consultoria do Sono)

WhatsApp: (11) 93218-8627 (Terapia)

©2020. Devir Consultório de Psicologia.